Voltar Publicada em 23/06/2020 | Rio de Janeiro

Operação do MP procura mulher de Queiroz na casa de parentes em BH

Ação faz parte de investigações sobre esquema de rachadinhas na Assembleia Legislativa do RJ, que levou à prisão do ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Uma operação cumpre mandados na casa de parentes de Fabrício Queiroz, em Belo Horizonte, na tentativa de encontrar a mulher do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, que está foragida. Ação faz parte de investigações do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) sobre um possível esquema de rachadinhas na Assembleia fluminense.

De acordo com o MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), que dá apoio à operação em Belo Horizonte, são cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Uma equipe do Batalhão de Choque da PM (Polícia Militar) também dá suporte à ação, em um endereço no bairro São Bernardo, na região Norte da capital mineira. Equipes da promotoria fluminense acompanham os trabalhos que são realizados em mais de uma casa na mesma rua. Um dos imóveis pertenceria a uma prima de Fabrício Queiroz. Buscas na casa de parentes de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, acontecem no bairro São Bernardo, na região Norte de #BH.

Rachadinhas

As investigações referentes ao possível esquema de rachadinhas levaram à prisão de Fabrício Queiroz, na última quinta-feira (18). O homem foi encontrado em uma casa de Frederick Wassef, ex-advogado de Flávio Bolsonaro, em Atibaia, no interior de São Paulo. Márcia Oliveira Aguiar, mulher de queiroz, ainda não foi encontrada. Rachadinha é o nome dado a um esquema em que parlamentares recolhem parte do salário dos funcionários do gabinete. Segundo o MPRJ, servidores da Assembleia do Rio teriam destinado um percentual dos vencimentos a Flávio Bolsonaro, quando o político era deputado Estadual do Rio de Janeiro.

Fonte: R7